Encontro Minas – A Casa do Leite

O tradicional Encontro Minas, a casa do leite, promovido pelo Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados no Estado de Minas Gerais (SILEMG), aconteceu de forma diferente neste ano. O evento, devido as normas sanitárias relacionadas à prevenção da Covid-19, foi realizado on-line, via plataforma Zoom.



01/12/2020 - O tradicional Encontro Minas, a casa do leite, promovido pelo Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados no Estado de Minas Gerais (SILEMG), aconteceu de forma diferente neste ano. O evento, devido as normas sanitárias relacionadas à prevenção da Covid-19, foi realizado on-line, via plataforma Zoom.


“É um encontro do setor de laticínio para a troca de informações e experiências”, explicou Guilherme Abrantes, presidente do sindicato. “Nosso segmento industrializa 9 bilhões de litros de leite por ano e é um mercado crescente que atendeu todas as demandas impostas durante o período de crise”, afirma Abrantes.


Segundo o presidente do SILEMG, o setor saiu mais forte da crise e as indústrias mineiras atenderam não apenas as demandas do estado, mas também, de outras partes do país. “No evento Encontro Minas, a casa do leite, além de nossa assembleia anual, os participantes têm acesso a apresentações voltadas para a melhoria de nossos produtos e as expectativas do setor para 2021”, conta.


“O SILEMG vem fazendo uma enorme diferença no setor e em todo o estado”, afirmou Flávio Roscoe, presidente da FIEMG, que prestigiou o evento. “Durante a pandemia, o setor alimentício foi um dos que não sentiram os impactos da pandemia. Os demais voltaram atuar plenamente após as medidas adotadas pelo governo federal”, ressaltou, pontuando que este é o momento para as empresas crescerem. “O setor de laticínio já saiu na frente, mas todos os outros devem dar um salto produtivo, aproveitando os juros baixos. Mas, para isso, é necessário investimento”, afirmou o líder industrial.


O Encontro Minas, a casa do leite contou com a participação de Giovanni Teixeira Diniz, diretor Financeiro do SILEMG, de Alexandre de Paula, assessor técnico de Bovinocultura da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA), e de AntônioCarlos Arantes, deputado estadual (PSDB).


A programação do evento contou com a palestra Tetra Pak – o poder da reputação dos lácteos, apresentada por Arthur Campos, coordenador de marketing da Tetra Pak, e Perspectivas para o mercado lácteo e Cenário para 2021, proferida por Valter Bertini Galan, sócio diretor do Milkpoint.


O encerramento foi marcado pela mesa Perspectivas para o mercado lácteo e Cenário para 2021 com os debatedores René Machado, Head Of Milk Sourcing da Nestlé Brasil, Luiz Fernando Esteves Martins, superintendente da Barbosa & Marques (Queijos Regina), César Helou, Superintendente do Laticínios Bela Vista (Piracanjuba), José Antônio Bernardes, diretor de logística e captação da Embaré Indústrias Alimentícias S/A, e Alexandre Almeida, presidente da Itambé Alimentos e Diretor Geral da lactalis do Brasil. A moderação foi feita por Cícero de Alencar Hegg, Sócio/Diretor do Laticínios Tirolez.


Fonte: Site Fiemg


Foto: Tião fotógrafo

25 visualizações

Acompanhe o SILEMG

  • Facebook Social Icon
  • Instagram

© Copyright 2020 SILEMG. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por RS Comunicação e Tecnologia